Caracterização fisiológica, fitoquímica e de atividades biológicas de plantas medicinais com potencial econômico para produção de fitoterápicos

Resumo: Grande parcela da população mundial faz uso de plantas medicinais ou fitoterápicos para tratar ou amenizar sintomas de doenças, sendo necessário desenvolver metodologias adequadas para produção de fitoterápicos e desta forma estabelecer um controle de qualidade e assegurar que os produtos oferecidos à população não apresentem riscos à saúde, sejam eficazes e de boa qualidade química. Tendo em vista que são escassos estudos integrando os aspectos fisiológicos de plantas medicinais com os aspectos fitoquímicos, toxicológicos, genotóxicos, antioxidante e anticâncer de estratos produzidos com elas, o presente estudo pretende avaliar os aspectos fisiológicos e as variações fitoquímicas de plantas medicinais, como, por exemplo, Ocimum basilicum L., Salvia officinales L., Mentha pulegium L., Mentha piperita L., Mentha x Villosa H., Mentha arvensis L., Acacia mangium Willd, Bidens pilosa, Tithonia diversifolia, Bhauinia sp e Cordia verbenácea; identificar as cultivares quanto o desempenho antioxidante, atividade citotóxica e antiproliferativa (in vitro) e avaliar o potencial genotóxico, antimutagênico e anticancerígeno (in vivo) de frações/isolados do extrato das duas cultivares que apresentarem melhores características para produção de fitoterápicos.

Data de início: 2016-03-01
Prazo (meses): 72

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado MAINÃ MANTOVANELLI DA MOTA
Aluno Doutorado JULIANA MACEDO DELARMELINA
Aluno Doutorado JEAN CARLOS VENCIONECK DUTRA
Aluno Doutorado MONIQUE ELLEN FARIAS BARCELOS
Aluno Doutorado IRANY RODRIGUES PRETTI

Páginas

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910